Responsabilidade Social

A inoculação com micorriza sob diferentes doses de fósforo afeta o crescimento e metabolismo da Melissa?

Inovação Tecnológica

Unidade: Umuarama

Titulação: Doutorado - Atividade: Pesquisa Institucional

Cod. CNPQ: 0005010000 - Agronomia

Núcleo de Pesquisa: Ciências Biológicas, Agrárias e Tecnológicas

Linha de Pesquisa: Produção vegetal

Professor: Odair Alberton

Resumo: Melissa officinalis (L.) é uma planta com vários usos, é medicinal e produtora de óleo essencial (OE), porém ainda pouca estudada. A produção vegetal e de OE, pode ser aumentada pela inoculação de fungos micorrízicos arbusculares (FMAs), associados a adição de fósforo (P) ao solo. O uso de OE pode ser uma alternativa para o controle de micro-organismos e é de grande utilidade nas industrias cosméticas e farmacêuticas, além do fato de que uma maior produção é rentável para o agricultor, uma melhor qualidade nas práticas agronômicas contribui com a saúde humana. Sendo assim, o objetivo deste estudo é avaliar os FMAs Rhizophagus clarus e Claroideoglomus etunicatum, sob baixa e alta adição de P na produção vegetal e de OE da melissa. O delineamento experimental será inteiramente casualizado com 8 repetições por tratamento em um fatorial de 3x2 (sem e com 2 FMAs), sob 2 níveis de P (20 e 200 mg de P kg–1 de substrato), num total de 48 unidades experimentais. Serão determinadas a densidade de esporos e a colonização radicular por FMA, o desenvolvimento da planta, o rendimento do OE e sua composição. Quanto aos resultados, espera-se um aumento na biomassa da planta e no rendimento do OE, no tratamento inoculado com FMA e/ou com a adição de 200 mg de P kg-1.

A inoculação com micorriza sob diferentes doses de fósforo afeta o crescimento e metabolismo da Melissa?