Responsabilidade Social

Cultivo in vitro de Ocimum Basilicum 'Genovese': fisiologia, bioquímica e desenvolvimento

Inovação Tecnológica

Unidade: Umuarama

Titulação: Doutorado - Atividade: Pesquisa Institucional

Cod. CNPQ: 0005010305 - Melhoramento Vegetal

Núcleo de Pesquisa: Ciências Biológicas, Agrárias e Tecnológicas

Linha de Pesquisa: Biotecnologia aplicada ao melhoramento vegetal

Professora: Helida Mara Magalhães

Resumo: O manjericão do gênero Ocimum basilicum L pertencente à família Lamiaceae, muito utilizada como conservantes alimentares e na medicina popular. O objetivo deste trabalho é obter um protocolo para micropropagação dessa espécie utilizando diferentes meios de cultura, temperaturas e fotoperíodos. O material utilizado será sementes comerciais da variedade folha de alface. Três ensaios serão conduzidos de forma independente. No primeiro serão avaliadas cinco formulações do meio MS, no segundo cinco concentrações do iodeto de potássio 0,0, 25, 50, 75 e 100 µM, e o terceiro serão avaliadas duas temperaturas (15 e 25° C) sob três fotoperíodos 24 horas, 12 horas claro e 12 escuro, 16 horas claro e 8 horas escuro.

Para todos os ensaios serão utilizados 30 frascos e 5 repetições. Para análise estatística os dados serão submetidos ao teste de normalidade conforme Shapiro Wik. Se não normais os dados serão submetidos ao teste de Kruskal Walis a p≤ (0,05). Quando normais será realizada análise de variância (ANOVA) a p≤ (0,05) e as médias comparadas por meio do teste Tukey a p≤ (0,05) utilizando o software Saeg 9,0. Espera-se ao final dos ensaios que formulações adequadas do meio propiciem plântulas vigorosas e sadias. Além disso, espera-se aumentar a taxa de multiplicação e como consequência produzir uma elevada quantidade de mudas em relação aos métodos convencionais.

Cultivo in vitro de Ocimum Basilicum 'Genovese': fisiologia, bioquímica e desenvolvimento