Responsabilidade Social

Isolamento e atividades biológicas do óleo essencial das folhas da Schinus Terebinthifolius (Raddi) (Anacardiaceae)

Inovação Tecnológica

Unidade: Umuarama

Titulação: Doutorado - Atividade: Pesquisa Institucional

Cod. CNPQ: 000100000 – Ciências Exatas e da Terra

Núcleo de Pesquisa: Ciências Biológicas, Agrárias e Tecnológicas

Linha de Pesquisa: Desenvolvimento e aplicações de produtos

Professora: Zilda Cristiani Gazim

Resumo: O carrapato bovino Rhipicephalus (Boophilus) microplus é o ectoparasito que acomete a pecuária leiteira e de corte, responsável por consideráveis prejuízos a bovinocultura brasileira Seu controle, realizado principalmente com acaricidas químicos, é dificultado pelo desenvolvimento de resistência e a presença de resíduos no leite e na carne.

Uma alternativa para o controle deste ectoparasito e para a minimizar a resistência química que apresenta frente ao tratamento convenvional está nas biomoléculas isoladas de plantas, pois muitas destas substâncias possuem propriedades acaricida e larvicida relatadas na literatura. Neste contexto, Schinus terebinthifolius (Raddi) (Anacardiaceae), conhecida popularmente como pimenta rosa, é uma planta nativa da Mata Atlântica, e muito encontrada na região Noroeste do Paraná, é uma espécie muito utilizada nos processos de recuperação de áreas degradadas (nascentes, margem de rios) por ser de fácil dispersão. Outra aplicação desta espécie é a utilização de seus frutos na industria alimentícea e do óleo essencial extraído dos frutos na industria cosmética. Dadas às propriedades biológicas que a pimenta rosa apresenta, o objetivo do presente projeto visa a obtenção do óleo essencial bem como o isolamento dos constituintes químicos das folhas e frutos da pimenta rosa, e sua aplicação nas atividades acaricida e larvicida sobre o carrapato bovino. A metodologia utilizada consistirá na obtenção do OE pela técnica de hidrodestilação por 3 horas.

A seguir será realizado o fracionamento em coluna cromatográfica, utilizando como fase estacionária sílica gel, e fase móvel: hexano, diclorometano, acetato de etila e metanol em diferentes proporções. A identificação química do OE e frações serão por cromatografia gasosa acoplada à espectrometria de massas (CG/EM). O bioensaio consistirá na determinação das doses letais (DL50 e DL 99,9) do OE, e isolados em todas as etapas do ciclo reprodutivo do carrapato bovino. Os  testes serão por imersão de adultos para as fêmeas ingurgitadas, e imeresão larval para as larvas em diferentes concentrações do OE e isolados.

Para elucidar se o o mecanismo de ação das biomoléculas, coincide com  os  dos  acaricidas  convencionais, será determinada a atividade anticolinesterásica utilizando o ensaio bioautográfico. Outro aspecto importante será a determinação da atividade  larvicida  em  condições  de  campo  utilizando o modelo experimental em vasos de Brachiaria decumbens. Também será mensurada a atividade citotóxica do OE e das biomoléculas isoladas, e este bioensaio será realizado com células da linhagem macrofágica J774-A1. Desta forma a presente proposta visa o estabelecimento de uma frente de pesquisa propondo novas alternativas no controle do carrapato bovino, utilizando uma planta nativa, perene, produtora de óleo essencial, que cresce em várias regiões do Brasil.

Isolamento e atividades biológicas do óleo essencial das folhas da Schinus Terebinthifolius (Raddi) (Anacardiaceae)