Responsabilidade Social

Toxicologia de segurança em período crônico de vitex megapotâmica (spreng)

Inovação Tecnológica

Unidade: Umuarama

Titulação: Doutorado - Atividade: Pesquisa Institucional

Cod. CNPQ: 0005050108 – Toxicologia Animal

Núcleo de Pesquisa: Ciências Biológicas, Agrárias e Tecnológicas

Linha de Pesquisa: Farmacologia, toxicologia e terap. experimental

Professor: Emerson Luiz Botelho Lourenço

Resumo: As doenças crônicas como o Diabetes e a Hipertensão estão geralmente associadas à obesidade com o aumento dos níveis séricos de lipídeos e glicêmicos, atingindo homens e mulheres sem distinção de idade. Várias drogas de origem sintética são utilizadas para o tratamento destas doenças, mas nos últimos anos é crescente a inserção do uso da medicina popular para o tratamento destas doenças. Vitex megapotâmica (Spreng), é uma planta com propriedades medicinal utilizada para o tratamento da diabetes e da obesidade em modelos experimentais de arteriosclerose e diabetes.

Estes estudos apesar de serem indicadores de uma promissora utilização desta espécie vegetal para o tratamento destas doenças, ainda são insipientes os estudos de toxicologia de segurança desta planta em períodos prolongados ou durante a gestação. Deste modo, o objetivo do presente trabalho será avaliar a toxicidade oral pré-clínica após a administração prolongada (90 dias) do Extrato Metanólico de Vitex megapotâmica (Spreng) (EMVM) em ratos Wistar. Para isso três doses do EMVM (100, 300 e 900 mg/kg) ou veículo (água destilada) serão administrados durante 90 dias por via oral, em ratos Wistar machos e fêmeas. Os animais serão pesados diariamente e os sinais clínicos de toxicidade sistêmica serão avaliados durante os experimentos. Um dia após o último tratamento os animais serão eutanasiados.

Será procedida a coleta de sangue para análises hematológicas e bioquímicas, e posteriormente, serão removidos os órgãos para determinação do peso relativo e análise histopatológica. Os resultados obtidos neste trabalho podem complementar os dados existentes sobre a toxicidade desta espécie e servir como indicador de segurança para estudos clínicos que validem esta formulação fitoterápica para o tratamento de doenças como o diabetes e/ou cardiovasculares.

Toxicologia de segurança em período crônico de vitex megapotâmica (spreng)