Responsabilidade Social

Avaliação da eficácia de diferentes formulações de um evidenciador de biofilme dentário à base de extrato de amora (Rubus Sp.)

Melhoria das Condições de Vida da População e Ações de Inclusão

Unidade: Umuarama

Titulação: Doutorado - Atividade: Pesquisa Institucional

Cod. CNPQ: 0004020800 - Odontologia Social e Preventiva

Núcleo de Pesquisa: Ciências da Saúde e Desenvolvimento Humano

Linha de Pesquisa: Aval. pré-clinica e clínica de produtos em saúde

Professoras: Ana Carolina Soares Fraga Zaze - Cintia de Souza Alferes Araújo

Resumo: Quando se considera a saúde bucal, as doenças mais prevalentes são a cárie, doença periodontal e o câncer bucal. Sabendo que a presença do biofilme dental é considerada um dos fatores etiológicos das duas primeiras, pode-se afirmar que seu controle é essencial para a manutenção de uma condição de saúde bucal. O biofilme é uma película pegajosa composta de bactérias e restos alimentares, que se encontra aderida sobre a superfície dental e apresenta o potencial de se tornar o cálculo dentário, devido à precipitação de minerais oriundos da saliva. Esta diferenciação é considerada indesejável, pois o cálculo não pode ser removido pelo próprio indivíduo. A remoção do biofilme depende da qualidade da escovação dentária, não somente da frequência de sua realização.

Um dos métodos mais aceitos pelos profissionais da área da odontologia e a população para potencializar a remoção do biofilme dentário é sua evidenciação, que permite uma melhor visualização e facilita a identificação dos locais onde o biofilme se acumula com maior facilidade, otimizando sua remoção por meio da escovação. Atualmente, existe uma tendência para a diminuição da utilização de pigmentos sintéticos, principalmente na indústria alimentícia; na América do norte e nos principais países europeus, o uso destes produtos já foi proibido. Os evidenciadores sintéticos utilizados atualmente na odontologia podem provocar alergias e pigmentar restaurações estéticas, com base neste fato, o objetivo do presente trabalho é analisar a capacidade de evidenciação do biofilme dentário apresentada por um extrato de amora (Rubus sp.), de origem vegetal, associado a um produto fixador, quando comparado a um evidenciador sintético, verificando a possibilidade de utilização deste produto na clínica odontológica, diminuindo o risco de alergias na população. 

Para tanto, serão realizadas análises in situ e in vivo. Na primeira, o extrato puro, bem como o extrato associado ao produto fixador, será aplicado sobre o biofilme dentário formado sobre blocos de esmalte, em um dispositivo intrabucal; caso a eficácia da evidenciação seja comprovada, na segunda etapa, as formulações do extrato serão comparadas a um evidenciador sintético à base de fucsina, e os voluntários serão convidados a responder um questionário sobre os pontos positivos e negativos dos produtos testados. Os dados obtidos serão analisados e os resultados determinarão a possibilidade de utilização do extrato de amora (Rubus sp.) como evidenciador do biofilme dentário.

Avaliação da eficácia de diferentes formulações de um evidenciador de biofilme dentário à base de extrato de amora (Rubus Sp.)