Responsabilidade Social

Relação da Amamentação, hábitos bucais deletérios e má oclusão em crianças

Melhoria das Condições de Vida da População e Ações de Inclusão

Unidade: Cascavel

Titulação: Mestrado - Atividade: Pesquisa Institucional

Cod. CNPQ: 0004020400 – Odontopediatria

Núcleo de Pesquisa: Ciências da Saúde e Desenvolvimento Humano

Linha de Pesquisa: Saúde Coletiva

Professora: Juliana Garcia Mugnai Vieira Souza

Resumo: O leite materno apresenta características nutricionais ideais para a vida do bebê. A  amamentação  estimula  o  desenvolvimento  normal  do  sistema estomatognático, propicia o estabelecimento da respiração nasal e preenche as necessidades emocionais do bebê, pelo íntimo contato estabelecido entre a mãe e o filho, bem como o instinto nato de sucção.

O objetivo deste trabalho será avaliar a frequência de má-oclusão em crianças atendidas na clínica odontológica da UNIPAR, verificando sua relação com o tempo de amamentação e a presença dos hábitos bucais deletérios. Será realizado um estudo com os pais e/ou responsáveis das crianças e crianças atendidas na Clínica odontológica da disciplina Multidisciplinar Infantil da UNIPAR, por meio de aplicação com os pais/responsáveis um questionário com questões abertas e fechadas sobre as condições socioeconômicas e outras variáveis como: aleitamento, hábitos presentes nas crianças, respiração bucal e doenças na infância; nas crianças serão realizadas exame clínico para verificar se apresentam má-oclusão.

Relação da Amamentação, hábitos bucais deletérios e má oclusão em crianças