Responsabilidade Social

Avaliação da atividade antiaterogênica e antioxidante de espécies medicinais nativas da floresta estacional semidecidual

Valorização do Meio Ambiente

Unidade: Umuarama

Titulação: Doutorado - Atividade: Pesquisa Institucional

Cod. CNPQ: 0002100000 – Famacologia

Núcleo de Pesquisa: Ciências Biológicas, Agrárias e Tecnológicas

Linha de Pesquisa: Farmacologia, toxicologia e terap. experimental

Professor: Euclides Lara Cardozo Junior

Resumo: As dislipidemias são consideradas como fatores agravantes e de desenvolvimento de doenças cardiovasculares, e seu desenvolvimento torna-se mais significativo quando associadas a outras patologias relacionadas. São consideradas um dos principais problemas de saúde pública do país, sendo que o maior risco para este problema são os níveis elevados de colesterol sanguíneo. Na área farmacêutica, as plantas e os extratos vegetais foram e continuam sendo de grande relevância, tendo em vista a utilização das substâncias ativas como protótipos para o desenvolvimento de fármacos e como fonte de matérias-primas farmacêuticas.

A literatura tem destacado várias experiências de uso tradicional e pesquisas científicas de espécies nativas no controle das dislipidemias. Neste projeto serão desenvolvidos extratos padronizados e avaliadas as atividades de espécies medicinais nativas da floresta estacional semidecidual nos níveis de Colesterol Total, fração HDL, triglicerídeos, Frações VLDL e LDL e capacidade antioxidante do plasma em animais de laboratório, sendo que também será verificada a sua ação anti-aterogênica e antioxidante.

Os resultados desta pesquisa terão um impacto científico e econômico positivo, pois futuramente poderão se tornar fonte de matéria prima para o desenvolvimento de novos protótipos ou modelos de medicamentos no tratamento de doenças como a dislipidemia que é uma das maiores causas de mortalidade da humanidade.

Avaliação da atividade antiaterogênica e antioxidante de espécies medicinais nativas da floresta estacional semidecidual