Responsabilidade Social

Potencial In Vitro e In Vivo de película à base de fécula de mandioca associada a óleos essenciais no controle da Antracnose em frutas pós-colheita - Fase I

Valorização do Meio Ambiente

Unidade: Umuarama

Titulação: Doutorado - Atividade: Pesquisa Institucional

Cod. CNPQ: 0005010000 – Agronomia

Núcleo de Pesquisa: Ciências Biológicas, Agrárias e Tecnológicas

Linha de Pesquisa: Biotecnologia aplicada à microbiologia agrícola

Professores: Lucimar Pereira Bonett - Giani Andrea Linde Colauto

Resumo: São crescentes as exigências do mercado consumidor por frutas de alta qualidade e produzi¬das com a substituição de insumos poluentes e não renováveis. Dentre os fatores limitantes do cultivo, destacam-se as doenças pós-colheita, como a antracnose, causada pelo fungo do gênero Colletotrichum.

Em razão da  importância de conhecer novos produtos alternativos de controle da antracnose, objetiva-se com esse trabalho avaliar o potencial in vitro e in vivo de película à base de fécula de mandioca na concentração 3% e óleos essenciais no controle da antracnose em frutas. Serão utilizados os óleos essenciais de tiririca (Cyperus rotundus), açafrão (Curcuma longa) e alho (Allium sativum) na concentração 0,1%, selecionada por meio de ensaio preliminar in vitro.

Nos experimentos in vitro, serão avaliados o crescimento micelial de Colletotrichum sp. com as películas a 3% combinadas aos óleos essenciais.  O crescimento micelial será avaliado, diariamente, por meio de medições das  colônias  em  dois  sentidos  opostos  com  paquímetro  digital.  O  delineamento utilizado será inteiramente casualisado com cinco tratamentos e três repetições (placas), totalizando 15 placas de crescimento micelial.

In vivo as frutas serão inoculadas em quatro pontos distintos com suspensão ajustada para 2 x 106 e, após 48 h de molhamento, serão revestidas com as películas combinadas com os óleos essenciais e secas por 12 h. O delineamento será inteiramente casualisado, onde cada fruta corresponderá a um tratamento e, em cada fruto, serão feitas 4 lesões em pontos distintos. Totalizando cinco tratamentos com três repetições, perfazendo um total de 15 frutas. Os resultados serão obtidos por meio de análise de variância e comparação de médias pelo teste scott-knott a 5%.

Potencial In Vitro e In Vivo de película à base de fécula de mandioca associada a óleos essenciais no controle da Antracnose em frutas pós-colheita - Fase I